Morre o astronauta Michael Collins, piloto da missão Apollo 11

O astronauta Michael Collins, um dos integrantes da missão Apollo 11, morreu nesta quarta-feira (28) aos 90 anos de idade, nos Estados Unidos. A razão do óbito foi um cancro, de tratado com a família.

“Nós lamentamos compartilhar que nosso querido pai e avô morreu hoje posteriormente uma valente guerra contra o cancro. Ele passou seus últimos dias em tranquilidade, com a família ao seu lado. Mike sempre enfrentou os desafios da vida com perdão e humildade, e enfrentou nascente, seu repto final, da mesma forma”, disseram os parentes.

Piloto da missão lançada em julho de 1969, Collins permaneceu no módulo de comando enquanto os astronautas Neil Armstrong e Buzz Aldrin desceram até a superfície lunar para a histórica visitante. Ele ficou 21 horas sozinho na espaçonave e perdia contato com a Terreno ao passar pelo lado escuro da Lua.

Collins lutava contra um câncer.Collins lutava contra um cancro.Manancial:  NASA/Divulgação

Nascido em Roma (Itália), ele ingressou na NASA em 1963 e realizou a sua primeira missão espacial no Programa Gemini. Na viagem mais famosa, ele foi o responsável por trazer a equipe de volta à Terreno, mas abandonou o incumbência em seguida. Posteriormente, teve uma breve curso política e passou pelo Museu Smithsonian.

Homenagens

Único membro vivo da Apollo 11 posteriormente a morte de Collins, Buzz Aldrin usou o Twitter para se despedir do companheiro: “Meu custoso Mike, onde quer que você tenha ido, você sempre terá a labareda para nos transportar com habilidade a novos céus e ao horizonte. Sentiremos sua falta. Descanse em tranquilidade”, disse.

Quem também se pronunciou foi a sucursal espacial americana: “A NASA lamenta a perda desse piloto e astronauta talentoso, um companheiro de todos que buscam expandir o potencial humano. Quer seu trabalho tenha ocorrido nos bastidores ou à vista de todos, seu legado sempre será o de um dos líderes que deram os primeiros passos da América no cosmos”, comentou o gestor interino Steve Jurczyk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *